terça-feira, 30 de outubro de 2012

DENUNCIAR CRIMES DE FUGA DE CAPITAIS E DE EVASÃO FISCAL NO PROTECTORADO DA TROIKA CHAMADO GRÉCIA É PUNIDO COM PRISÃO



«O jornalista de investigação grego Kostas Vaxevanis irá ser julgado por ter divilgado a chamada «lista Lagarde» em que figuram os nomes de 2 059 gregos com contas bancárias na Suíça, (…) cuja autenticidade o Governo de Atenas recusa confirmar. Nela figuram pelo menos três políticos – dois deles da Nova Democracia, o partido do primeiro-ministro, o conservador Andonis Samarás – como titulares de contas da entidade HSBC.»
Vaxevanis foi detido no passado domingo pela manhã na casa de um amigo em Atenas, no contexto de uma acção (…) própria de uma «milícia fascista», como relatou ele próprio na sua conta do Twitter. No passado sábado, «Hot Doc», a revista quinzenal que dirige (…) divulgou «Todos os nomes da ‘lista Lagarde’». (…) 
No Outono de 2010 – seis meses depois do primeiro resgate da Grécia – a então ministra da Economia francesa, Christine Lagarde, entregou ao seu homólogo grego, Yorgos Papaconstantino, uma lista com 2 059 nomes de cidadãos gregos com contas na Suíça como prova documental do habitual costume de fugir aos impostos por parte de profissionais e empresários gregos.

Porém a ‘lista Lagarde’ caiu aparentemente no esquecimento. (…)
Mas a sociedade grega sentia-se enganada (…), afirma Samozraki, que denuncia a detenção do seu colega como “um acto de censura total”.»(In «El País» net)

Sem comentários:

Enviar um comentário