terça-feira, 9 de outubro de 2012

PAQUISTANESES MANIFESTAM-SE CONTRA O BOMBARDEAMENTO DO SEU PAÍS PELOS ESTADOS UNIDOS


A classe política do Paquistão não tem honra nem dignidade.
A força aérea dos Estados Unidos invade e bombardeia sistematicamente o Paquistão, deixando um rasto de destruição e morte, com aviões não tripulados.
Compete ao governo do Paquistão detectar e abater esses aviões. A defesa é uma das obrigações do Estado. No Paquistão vive-se como se não houvesse Estado.
A sociedade civil, revoltada, manifestou-se contra a invasão sistemática do Paquistão pela força aérea dos Estados Unidos, para destruir e matar, incluindo mulheres e crianças.
Os auto-proclamados campeões mundiais da pregação dos Direitos Humanos, do Direito Internacional, da condenação do Síria, da condenação do Irão, do desprezo pelos direitos dos palestinianos e que já fazem intimidações altamente provocatórias à China com dois porta-aviões, não param de dar maus exemplos.


Os manifestantes, liderados pelo ex-jogador de críquete que se tornou político Imran Khan, disseram e dizem  que os ataques dos norte-americanos violam a soberania do Paquistão e matam civis.

Sem comentários:

Enviar um comentário