domingo, 30 de novembro de 2014

A IDEIA DE QUE O PODER JUDICIAL PODE FAZER O QUE LHE APETECE, EM PORTUGAL, É UMA IDEIA DO ESTADO POLICIAL DO FASCISMO SALAZARISTA-MARCELISTA


Salazar se não gostava dum político mandava-o prender. A pouca clareza da detenção de José Sócrates e o recurso a ilegalidades graves por parte de quem o prendeu faz lembrar as detenções políticas do fascismo salazarista.

Foi gente muito importante no processo de detenção de José Sócrates que chamou a televisão para o humilhar, contra as leis em vigor.

sábado, 29 de novembro de 2014

JOSÉ SÓCRATES VERSUS PODER JUDICIAL NO CENTRO DA ACTUALIDADE


Foram os gregos que inventaram a Democracia. Na cidade-estado de Atenas a Democracia atingiu o seu apogeu, na Grécia Antiga. Considerando a época (século V a.C.) foi um grande avanço para a Humanidade. No entanto a Democracia grega era incompatível com o conceito Direitos Humanos, era uma Democracia esclavagista.
No livro «O Contrato Social» (1762) o filósofo iluminista franco-suíço Jean-Jacques Rousseau lançou as bases da Democracia Contemporânea, ao exigir o respeito pelos Direitos Humanos. Neste livro, cuja primeira edição foi queimada em público, mas depois de muitos exemplares terem sido comprados, J-J Rousseau condena violentamente a escravatura, defende a República contra a Monarquia e a soberania popular, expressa através do voto em eleições livres, num ambiente de liberdade de expressão de pensamento. Antes dele o filósofo iluminista francês Montesquieu, no livro «O Espírito das Leis» (1748) defendeu a separação dos três poderes do Estado, legislativo, executivo e judicial e defendeu a supremacia do poder legislativo sobre o poder executivo e sobre o poder judicial.
Montesquieu, Jean-Jacques Rousseau e outros filósofos iluministas, nomeadamente em artigos na «Enciclopédia» (1750 – 1772), dirigida por d'Alembert e Diderot lançaram as bases teóricas da Democracia Contemporânea. O pensamento iluminista, aqui referenciado, foi de tal maneira inovador, que deu origem à Revolução Francesa de 1789 – 1799, para a maior parte dos intelectuais actuais, o acontecimento mais importante no percurso da Humanidade nos últimos quatro séculos. É por isso que é aceite o início da Idade Contemporânea em que estamos, com a Revolução Francesa de 1789 – 1799.
No século XIX Karl Marx (1818 – 1883) e Friedrich Engels (1820 – 1895) inventaram uma nova ideologia que tinha por objectivo a construção de uma sociedade sem classes. A obra mais assustadora para a burguesia foi escrita por Marx e Engels, o «Manifesto do Partido Comunista» e publicada em 1848.
A obra mais importante de Marx é considerada «O Capital» (1º volume 1867), em que é feita a crítica mais profunda às desigualdades sociais provocadas pelo capitalismo.
Marx e Engels, tal como Jean-Jacques Rousseau foram apenas teóricos, nunca exerceram o poder.
Lenine (1870 – 1924) aplicou as ideias de Marx e Engels na Revolução de Outubro de 1917 na Rússia (segundo o calendário juliano, em Novembro segundo o calendário gregoriano, que vigora na Europa Ocidental).
Lenine e Estaline dividiram a Rússia em repúblicas unidas a que Lenine chamou União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). Foram os criadores da República Socialista Soviética da Ucrânia (sem a Crimeia).
Em 2014, sabemos que a Revolução comunista na Rússia foi uma revolução falhada, como tinha sido uma revolução falhada a Revolução Francesa de 1789 – 1799.
Em 2014, parece-me evidente que o capitalismo continua com as suas brutais desigualdades sociais. Mas, a ideia de ditadura do proletariado, teorizada por Marx e Engels, na prática tornou-se uma ideia perigosa.
Em 2014, parece-me que o objectivo da Esquerda não deve ser ressuscitar a ideia de ditadura do proletariado, mas inventar um novo conceito de democracia, que ao lado da liberdade de expressão de pensamento e do respeito pelos Direitos Humanos, exija uma drástica redução das desigualdades sociais.
O caso José Sócrates abalou muito quer o PS, quer a Direita, quer a Esquerda marxista. Eu acho que quando não se gosta de um político não se deve prendê-lo ilegalmente. E lamento que na Esquerda à esquerda do PS haja muita gente que despreze os Direitos Humanos e a liberdade de expressão de pensamento, e que tenha aproveitado o caso da prisão ilegal de José Sócrates, para evidenciar esse desprezo pelos Direitos Humanos e pela liberdade de expressão de pensamento.

O PODER JUDICIAL NÃO PODE FAZER O QUE LHE APETECE.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

A DETENÇÃO ILEGAL DE JOSÉ SÓCRATES, O CATACLISMO QUE FOI E OS CATACLISMOS QUE PROVOCOU


Horrorizados com o que viram todos os deuses fugiram de Auschwitz deixando os prisioneiros entregues ao Mal absoluto.
Direitos Humanos o que é isso?
O «Ballet Rose», um conjunto de bacanais pedófilas da elite fascista foi abafado por ordem de Salazar. A elite da Direita portuguesa estava acima das leis durante o fascismo salazarista-marcelista e continuou acima das leis durante a III República.
José Sócrates foi detido ilegalmente e uma onda de delirante euforia percorreu quase toda a Direita e parte da chamada Esquerda à esquerda do PS.
Mário Soares criticou o poder judicial e foi quase, metaforicamente, assassinado pelos eufóricos inimigos de José Sócrates, atrás referidos.

O que me chamou mais a atenção foi o desprezo pela liberdade de expressão de pensamento e pelos Direitos Humanos, pelos atrás referenciados inimigos de José Sócrates.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

A PRISÃO ILEGAL DE JOSÉ SÓCRATES E A IMPUNIDADE DOS ACUSADORES E DOS JUÍZES DOS TRIBUNAIS PLENÁRIOS FASCISTAS


Há uma continuidade entre o poder judicial do fascismo salazarista-marcelista e o poder judicial da III República. O abuso do poder e a humilhação pública dos acusados têm uma continuidade do fascismo para a III República. A Revolução de 25 de abril de 1974 passou ao lado do poder judicial. O poder judicial fascista escapou à Revolução de 25 de Abril de 1974. Permaneceu impune, embora tenha cometido crimes muito graves nos Tribunais Plenários fascistas.

As pessoas à esquerda do PS, em grande número, dão-se muito mal com a liberdade de expressão de pensamento. Nesta área, muita gente acha que Mário Soares não devia dar a opinião de Mário Soares! Então devia dar a opinião de quem?

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

AS CRÍTICAS DO SINDICATO DOS MAGISTRADOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO A MÁRIO SOARES SÃO VERGONHOSAS, PARECEM UM COMUNICADO DA PIDE/DGS, OS MAGISTRADOS NÃO FORAM VACINADOS COM A VACINA DA HONESTIDADE, PORQUE ESTA NÃO EXISTE

Mário Soares, que lutou pela liberdade de expressão de pensamento em Portugal, e que esteve preso por isso, usou essa liberdade que ele próprio ajudou a conquistar, e tanto incomodou aqueles que não fizeram nada de nada pela liberdade de expressão de pensamento em Portugal.

O poder judicial português dá-se muito mal coma liberdade de opinião.


O filósofo iluminista francês Montesquieu no livro «O Espírito das leis» (1748), defendeu, acerrimamente a separação dos três poderes do Estado, legislativo, executivo e judicial, debaixo da ditadura ‘inspirada por Deus’ que era a monarquia absoluta.
Podemos considerar os filósofos iluministas Jean-Jacques Rousseau com «O Contrato Social» (1762) e Montesquieu com «O Espírito das Leis», como os principais fundadores teóricos da Democracia contemporânea.

Ora, a separação dos três poderes do Estado não implica que o poder judicial aja fora da Lei, como aconteceu com a detenção ilegal e filmada de José Sócrates. Os elementos do poder judicial estão sujeitos às leis, mas não as cumprem, na maior impunidade.

O PODER JUDICIAL É TÃO POLÍTICO COMO O PODER LEGISLATIVO E O EXECUTIVO. OS QUE PRENDERAM JOSÉ SÓCRATES, INCLUINDO O JUIZ SÃO TÃO POLÍTICOS COMO ELE. O BALLET ROSE SALAZARISTA FICOU IMPUNE E OS ‘BALLETS ROSES’ DA DIREITA PORTUGUESA NA III REPÚBLICA FICARAM IMPUNES


Mário Soares já foi preso pelo poder judicial, durante o fascismo. Mário Soares visitou Sócrates, ambos foram presos pelo poder judicial, pelo mesmo poder judicial.


JOSÉ SÓCRATES É ACUSADO DE TER DESVIADO 7 MIL MILHÕES DE EUROS COM A ELITE DO PS ATRAVÉS DO BANCO BPN E DE TER VENDIDO O PAVILHÃO ATÂNTICO AO MOTORISTA A PREÇO DE SALDO.


Tem havido e há muitos ‘Durões Barrosos’ e ‘Duronas Barrosas’ de passagem pela Esquerda marxista. Presumo que são ‘Durões Barrosos’ e ‘Duronas Barrosas’ de passagem pela Esquerda, actualmente, que têm a mesma posição da extrema-direita sobre a prisão ilegal de José Sócrates.

O SITE DA EXTREMA-DIREITA NEOFASCISTA E NEOCONSERVADORA «OBSERVADOR» É UMA ABERRAÇÃO DA DIREITA ABERRANTE DOS TACHOS



O site neofascista «Observador» desperta-me ódio. É a escória da extrema-direita dos tachos onde pontifica a pura desonestidade, desde a neofascista admiradora de Salazar Helena Matos ao neoconservador dos tachos de Bruxelas José Manuel Fernandes. É a escória da escória da Direita portuguesa.

domingo, 23 de novembro de 2014

A PRISÃO DE JOSÉ SÓCRATES FOI ILEGAL, FOI POR MOTIVOS POLÍTICOS, COMO ERAM AS DETENÇÕES FEITAS PELA PIDE/DGS ILEGAIS E POR MOTIVOS POLÍTICOS

A prisão de José Sócrates ilegal e por claros motivos políticos significou, de facto, um golpe de estado da Direita Portuguesa e o fim do regime saído da Revolução de 25 de Abril de 1974. Voltámos, de facto, às detenções de 24 de Abril de 1974, voltámos às detenções fascistas, realizadas por motivos políticos pela PIDE/DGS.
O Ballet Rose da elite fascista ficou impune por ordem de Salazar. O ‘Ballet Rose’ de Cavaco Silva e dos seus compadres do BPN ficou impune. O ‘Ballet Rose’ de Passos Coelho e Miguel Relvas ficou impune. O ‘Ballet Rose’ de Paulo Portas ficou impune.
Os crimes muito graves dos procuradores e juízes dos Tribunais Plenários fascistas ficaram impunes. Esses acusadores e esses juízes dos Tribunais Plenários fascistas nunca foram julgados pelos seus crimes, nuns julgamentos que seriam semelhantes aos julgamentos de Nuremberga de 1946 – 1947.
Os polícias da PIDE/DGS que assassinaram o general Humberto Delgado e a sua secretária ficaram impunes. Os polícias da PIDE/DGS que fuzilaram civis na rua António Maria Cardoso, no dia 25 de Abril de 1974, não foram devidamente julgados e condenados. Os crimes de rapto, prisão arbitrária, tortura e assassinato, praticados pelos polícias da PIDE/DGS, foram objecto de penas irrisórias.
Cavaco Silva chegou a condecorar um torturador da PIDE/DGS.
Os antifascistas foram, parcialmente, responsáveis pela ausência de processos e julgamentos do fascismo português semelhantes aos Julgamentos de Nuremberga de 1946-47 em que foram julgados os crimes do fascismo alemão, mais conhecido por nazismo.
Mário Soares e o chamado «Grupo dos Nove» tiveram grandes responsabilidades na ausência do julgamento do fascismo português, de modo semelhante aos Julgamentos de Nuremberga de 1946 – 1947.
A sede da PIDE/DGS em Lisboa, na rua António Maria Cardoso, em vez de ser transformada num museu dos crimes do fascismo português tornou-se um condomínio privado de luxo.
Em Novembro de 2014, houve um golpe de Estado da Direita portuguesa, que pôs fim, sejamos claros, de facto, à III República portuguesa.
A ausência da dúvida metódica cartesiana aplicada ao poder judicial foi o suicídio da III República portuguesa.

A questão de fundo não é o facto de José Sócrates ser ou não ser culpado de ilícitos criminais. E os outros da Direita? A questão de fundo foi a selecção de José Sócrates, enquanto políticos da Direita semelhantes ficam impunes.

APLICO A DÚVIDA METÓDICA A TODA A GENTE E ASSIM COLOCO ESTA QUESTÃO: OS QUE PRENDERAM JOSÉ SÓCRATES SÃO MAIS HONESTOS QUE ELE? HÁ PROVAS DESSA HONESTIDADE? QUE DEUS GREGO LHES DEU O DOM DA HONESTIDADE SEM A PROVAREM?

                                                                           

«SÁBADO, 22 DE NOVEMBRO DE 2014


Abuso de autoridade (2)

Não basta à PGR anunciar em abstrato os tipos delituais de que Sócrates é suspeito, dando pasto às mais mirabolantes, odientas e assassinas especulações, como está a suceder. É obrigatório saber-se em que tipo concreto de atuações consistem as suspeitas, a que tempo se reportam e nomeadamentese envolvem responsabilidades como governante ou não.
Num  Estado de direito, os suspeitos têm pelo menos o direito a não serem expostos a condenação e lapidação sumária em público, antes mesmo de haver acusação.

Abuso de autoridade

É evidente que num Estado de direito ninguém está acima da lei penal, incluindo ex-primeiros-ministros. Mas também todos têm direito a igual proteção da lei. Era mesmo necessário ir deter José Sócrates à saída do avião? Não era possível esperar que chegasse a casa? E era preciso avisar previamente todas as televisões e arranjar aquele "estardalhaço" no aeroporto de Lisboa?» (Vital Moreira in blog «Causa Nossa»)

sábado, 22 de novembro de 2014

O GOLPE DE ESTADO DA DIREITA EM PORTUGAL EM NOVEMBRO DE 214. OS MESMOS QUE PRENDERAM JOSÉ SÓCRATES FORAM OS QUE NÃO PRENDERAM CAVACO SILVA E OS SEUS COMPADRES DO BPN E QUE NÃO PRENDERAM PAULO PORTAS E PASSOS COELHO

Os mesmos que prenderam José Sócrates, são os mesmos que não prenderam Cavaco Silva e os seus compadres do BPN, são os mesmos que não prenderam Paulo Portas e Passos Coelho.

Foi este poder judicial que legalizou o colossal roubo efectuado por Belmiro Azevedo à família do banqueiro Pinto de Magalhães, pelo método de extorsão à viúva do banqueiro, típico da Máfia da Sicília.

Temos o regresso do fascismo puro e duro a Portugal.






Pelos vistos a televisão SIC do PSD Pinto Balsemão também faz parte do poder judicial português, porque também participou na detenção de José Sócrates.
O GOLPE DE ESTADO da Direita portuguesa em Novembro de 2014 não decorre do facto de José Sócrates ser ou não ser culpado, decorre do facto de as leis que permitiram a detenção de José Sócrates permitiriam a detenção de Cavaco Silva, de Paulo Portas, de Passos Coelho e de Miguel Relvas. A lei é a vontade de quem tem o poder.
Os jornalistas e comentadores dominantes são desonestos e corruptos. A prova disso é o caso da cópia por Miguel Sousa Tavares de partes do livro «Cette nuit la liberté» para o livro «Equador».

JOSÉ SÓCRATES FOI DETIDO. E CAVACO SILVA NÃO É DETIDO POR CAUSA DO CASO BPN PORQUÊ? DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Os mesmos critérios aplicados a José Sócrates deviam ser aplicados a Cavaco Silva no caso BPN.

São dois pesos e duas medidas. Sócrates detido e Cavaco Silva impune.


Paulo Portas não é detido porquê? E Passos Coelho não é detido porquê? Tanto Paulo Portas como Passos Coelho são suspeitos de ilícitos criminais.


Metaforicamente houve um incêndio do Reichstag à portuguesa, esta detenção de José Sócrates e a impunidade de Cavaco Silva, Paulo Portas e Passos Coelho configura um golpe de Estado da Direita portuguesa.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

A CORRUPÇÃO GOLD É UM ELO DE LIGAÇÃO DO FASCISMO SALAZARISTA COM A III REPÚBLICA

No fascismo salazarista a corrupção era uma das marcas do regime, como, por exemplo, o caso «Ballet Rose».

Na III República há avanços contra a corrupção, mas depois há recuos. O caso BPN é um exemplo de avanços e recuos na luta contra a corrupção.

O caso «Ballet Rose» foi um caso de bacanais pedófilas realizadas por altos quadros do fascismo, caso mandado abafar por Salazar.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

OS JORNALISTAS E COMENTADORES DOMINANTES NAS TELEVSÕES GOSTAM DE TELESPECTADORES IGNORANTES E ESTÚPIDOS




O conhecimento e o espírito crítico estão em guerra total contra os jornalistas e comentadores dominantes na SIC, na RTP e na TVI.

A NOVA ESQUERDA À ESQUERDA DO PS, PARTIDO LIVRE, DISSIDENTES DO BE E MANIFESTO 3D MOVIMENTA-SE COM SUCESSO


Como livre-pensador não tenho nem quero ter partido político. Mas não acho que quanto pior melhor. Prefiro um mal menor a um mal maior.

Acho que este grupo de políticos pode atrair eleitorado abstencionista contra a Direita e pode até vir a conseguir votos do eleitorado que simpatiza com a ala esquerda do PS.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

A ALEMANHA EM QUESTÃO I

«Os factos são uma chatice

De como desqualificar sem discutir
[Mapa muito útil para todos os que sempre omitem onde , por acidentes ainda que dramáticos da história, ficava geograficamente Berlim Ocidental, ou seja dentro de outro Estado distinto e soberano. É como se, durante o roubo pelos EUA do Texas ao México, este país tivesse conservado metade de Dallas. E aí talvez São José Almeida e outros sejam capazes de nos explicar o que é que hoje, avaliar pelos 1200 quilómetros de barreiras na fronteira México-EUA , cercaria essa parte mexicana de Dallas.]

No quadro de uma descabelada catilinária contra um comunicado recente do PCP, a jornalista São José Almeida, entre outros exemplos, perpetra hoje em artigo no Público uma citação e uma resposta (?) que são só por si uma espantosa ilustração do que não pode ser o debate político ou de ideias.

Afirma ela que


Repare-se bem: contra uma série de factos históricos, a jornalista apenas debita «só para que conste: Estaline esteve em Yalta e Postdam».

Francamente não percebi o alcance do seco comentário: sim, Estaline esteve lá mas será que isso para a jornalista retira valor político e jurídico aos compromissos então assumidos entre as potências vencedoras de 2ª Guerra Mundial ? (recorde-se que a afirmação do PCP foi a de que a criação da RFA era contra aqueles tratados).

E, para já, termino apenas servindo aqui as cronologias que até a Wikipédia formece mas que São José Almeida se recusa a confirmar ou a negar.





segunda-feira, 17 de novembro de 2014

VISTOS GOLD FIZERAM CAIR UM MINISTRO


O caso dos vistos gold fez cair o ministro da Administração Interna, Miguel Macedo.

Volto a salientar que pior que a criminalidade ilegal é a criminalidade legal, imposta pelo neoliberalismo, que permite que elementos da alta burguesia portuguesa paguem impostos na Holanda.

domingo, 16 de novembro de 2014

OS BÁRBAROS QUE DEFENDEM A TORTURA DOS TOUROS, NAS TOURADAS, SÃO CONTRA A «BARBÁRIE» QUE É DEMOLIR UMA PRAÇA DE TOUROS


Os bárbaros defensores da tortura dos touros nas touradas são contra a dita «barbárie» que é demolir a Praça de Touros de Viana do Castelo.

Boa ideia seria os habitantes de Roma exigirem o regresso dos combates de gladiadores no Coliseu.

sábado, 15 de novembro de 2014

CORRUPÇÃO «GOLD» EM PORTUGAL


A verdadeira corrupção dourada da III República é ir pagar os impostos à Holanda, essa é a pior corrupção, porque é legal.
A corrupção gold da PRIMEIRA DIVISÃO é na Holanda, na Suíça, no Luxemburgo…
Jean-Claude Juncker é um especialista em corrupção gold da primeira divisão.

Agora, em Portugal, prenderam uns especialistas na corrupção gold da segunda divisão.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

O ARRIVISMO COM PASSAGEM PELA ESQUERDA E NIETZSCHE – O CASO DURÃO BARROSO


Durão Barroso leu Marx e depois deve ter lido Friedrich Nietzsche, talvez tenha lido «Para Além do Bem e do Mal». Foi militante do MRPP, depois primeiro-ministro do PSD e depois subiu ainda mais na vida e tornou-se presidente da Comissão Europeia.
Durão Barroso deve ter encontrado como elemento comum entre Karl Marx e Friedrich Nietzsche o ateísmo. Marx era radicalmente ateu tal como Nietzsche. Marx apreciava o proletariado ou povo trabalhador assalariado.
Nietzsche odiava o povo assalariado e odiava a Democracia, achava que um Estado devia ser governado em Ditadura por uma elite de «sábios». Friedrich Nietzsche foi o filósofo oficial do nazismo.
O livro para «Além do Bem e do Mal» explica Auschwitz. Em Auschwitz não foram só exterminados judeus e judias. Os alemães fizeram em Auschwitz uma fábrica de matar pessoas.

Quem conhece a Esquerda conhece muitos Durões Barrosos e Duronas Barrosas. Há muitos homens e muitas mulheres que transitaram pela Esquerda marxista com a ética e a moral dos homens e das mulheres das SS que trabalharam em Auschwitz. Levaram e levam o egoísmo, levaram e levam o egocentrismo levaram e levam o seu arrivismo ao nível de Auschwitz, são total e absolutamente insensíveis ao Mal que fazem a terceiros, a outras pessoas.

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

A HISTÓRIA É UMA CIÊNCIA MUITO VULNERÁVEL À MENTIRA – O FILME HISTÓRICO FÚRIA


O filme histórico «Fúria no original «Fury» procura dar uma visão menos mentirosa da II Guerra Mundial.
É elementar a razão pela qual Hitler, Mussolini e o Japão perderam a guerra. Como dizia o próprio Hitler, é o mais forte que vence uma guerra. Na segunda Guerra Mundial os mais fortes eram a Rússia / União Soviética + Estados Unidos.

O Reino Unido resistiu e ajudou, mas a Rússia  e os Estados Unidos do mesmo lado venceram porque eram mais fortes.

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

PORTUGAL SOB O JUGO ALEMÃO OU AS DESGRAÇAS GLORIOSAS DO GOVERNO PSD-CDS


A política ordenada por Berlim para Portugal foi empobrecimento, falências, desemprego, precariedade laboral, destruição parcial do Estado, e fome. Alegremente, Passos Coelho disse que a sua política era empobrecer os portugueses.

A alta burguesia, que corresponde a 1% dos portugueses, salvo algumas excepções, enriqueceu à custa da miséria da maioria do povo português.

A PRINCIPAL CONSEQUÊNCIA DA QUEDA DO MURO DE BERLIM FOI A DITADURA DA ALEMANHA SOBRE A UNIÃO EUROPEIA, FOI O REGRESSO DO IMPERIALISMO ALEMÃO, QUE ESTÁ A DESTRUIR A EUROPA PELA 3ª VEZ


Portugal tem sido arruinado pelo cruel e desumano e fanático imperialismo alemão, que pôs os portugueses muito mais pobres, que pôs os portugueses a passarem fome, que já matou muitos portugueses por carências gravíssimas no Serviço Nacional de Saúde. Os traidores do costume, como os de 1580 – 1640, apoiaram a destruição do país por ordem de estrangeiros nossos inimigos.

CATALUNHA - VITÓRIA ESMAGADORA DO SIM A FAVOR DA INDEPENDÊNCIA

80,72% DOS ELEITORES QUE VOTARAM ESCOLHERAM A INDEPENDÊNCIA DA CATALUNHA.
Iniciou-se um processo independentista na Catalunha, que parece imparável. O mapa da europa ocidental parece que vai mudar.

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

A CATALUNHA PARECE QUE QUER MESMO SER INDEPENDENTE


A Catalunha gostaria de ser o que Portugal é, isto é, um Estado independente de Madrid.
Parece que os catalães querem sair do Reino da Espanha.

Os meandros constitucionais do Reino da Espanha são muito complexos. Esta complexidade foi o preço a pagar pela capitulação dos fascistas, condicionalmente. Essa capitulação condicional dos fascistas na Espanha abriu caminho à instauração de um regime democrático que não é estático, é dinâmico, vai-se reestruturando.

NADA MELHOR DO QUE FALAR DOS MUROS DO PASSADO PARA OCULTAR OS MUROS DO PRESENTE UM CONSTRUÍDO POR ISRAEL E OUTRO PELOS ESTADOS UNIDOS NA FRONTEIRA SUL

Considero que a Esquerda tem por objectivo diminuir as desigualdades sociais o mais possível.
Tenho lido o livro «Contrato Social» (1762) de Jean-Jacques Rousseau que foi a principal base teórica da maior revolução mundial dos últimos quatro séculos, a Revolução Francesa de 1789 – 1799.
Os filósofos alemães revolucionários, o académico Karl Marx e o empresário Friedrich Engels, redigiram em comum o «Manifesto do Partido Comunista» (1848), o livro mais assustador para alta burguesia que conquistou o Mundo no século XIX e que o controla em 2014.
O filósofo revolucionário russo Lenine reanalisou as obras de Marx e Engels e tomou o poder na Rússia em Outubro de 1917. Primeiro tentou aplicar as teorias económicas de Marx expressas em «O Capital», mas recuou e criou, por pragmatismo, a NEP, um misto de economia estatal e privada. Estaline aplicou à letra as teorias de Marx e nacionalizou ou colectivizou toda a economia. Foi bem-sucedido na indústria pesada, o que lhe permitiu vencer a Alemanha nazi, em colaboração com o Reino Unido e com os Estados Unidos.
Eu penso que o maior problema do marxismo é o conceito ditadura do proletariado, que levou a abusos tais que conduziram à implosão do marxismo-leninismo na Rússia / União Soviética por frontal contradição entre a teoria e a prática.
A queda do Muro de Berlim simboliza o fracasso do marxismo-leninismo na Europa, no século XX.
Não sou adepto da Ditadura do Proletariado nem da Ditadura da Burguesia, mas estamos debaixo de uma brutal Ditadura da Burguesia à escala Planetária. É este o Mundo em que vivemos.

É preciso derrubar esta Ditadura da Burguesia à escala planetária, inventando novos modelos de Democracia, para opor à plutocracia global burguesa.

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

A UNIÃO EUROPEIA É O IMPÉRIO DOS VENCIDOS


MARQUES MENDES E OS 3 – 0


Marques Mendes, que quando fazia parte do governo de Cavaco Silva  telefonava para a RTP a dar ordens sobre o conteúdo do telejornal, disse que em 2014 Portugal estava muito melhor do que no governo de José Sócrates. Para 1% da população muito rica está melhor, para os outros 99% está muito pior.
O programa neoliberal de Passos Coelho foi o empobrecimento da maioria dos portugueses para uma mínima minoria enriquecer ainda mais.
Com José Sócrates havia muito menos desemprego, muito menos falências, muito menos precariedade laboral e os salários eram muito melhores. Em síntese, vivia-se muito melhor, mas mesmo muito melhor.

Marques Mendes acha que o desemprego, a precariedade laboral, as falências, os salários de miséria, a fome + o aumento colossal da dívida pública representam uma vitória de 3 – 0 de Passos Coelho sobre José Sócrates. Perder o emprego, passar fome devem ser uma grande vitória e logo por 3 – 0.

sábado, 1 de novembro de 2014

É PERIGOSO DESAFIAR OS RUSSOS


A União Europeia e a NATO não são apenas instituições governadas por ladrões, raptores torturadores e assassinos. Esses atrás referidos governantes e governantas são ainda muito estúpidos.